Como você passou em MEDICINA?

enem
vestibular

#1

Oi pessoal, a ideia desse tópico é mostrar como era sua rotina de estudos e dar dicas para a preparação de quem vai fazer o vestibular esse ano.

Algumas sugestões (só sugestões mesmo)!
1 - Como era sua rotina de estudos? Exemplo, cursinho de manhã, estudava em casa de tarde.
2 - Você fez cursinho?
3 - Você resolvia provas antigas?
4 - Em algum momento você pensou em desistir?
5 - Quais dicas você daria pra quem está estudando agora?
6 - Tem algum ponto que você acha que foi determinante na sua aprovação?

Muito obrigada! :hugs:


#2

Minha rotina de estudos era basicamente cursinho na parte da manhã e depois estudava na sala de estudos do cursinho das 15 hs às 22 hs de seg a sex, e de sab até as 20hs, no domingo eu costumava apenas ler as obras obrigatórias. Eu não costumava resolver provas antigas, me prendi aos exercícios da apostila do cursinho e as listas extras dadas pelo cursinho.
Eu pensei em desistir algumas vezes do ano por que essa fase é muito incerta e muitas vezes a gente acha que tudo isso não vai levar a lugar nenhum e que a faculdade é inalcançável, mas quando isso acontecia eu tentava focar no meu sonho, assistir vídeos motivacionais e desabafar com familiares próximos e amigos.
Enfim, o segredo foi estudar sempre, tentar pensar positivo e manter o psicológico saudável na medida no possivel, sendo que amigos e familiares próximos nessa batalha foram fundamentais nessa aprovação.
Hoje, vejo que tudo valeu super a pena com aprovações em medicina na Unicamp, Unifesp, Unesp e na universidade que eu tanto sonhava: Faculdade de Medicina da Usp (FMUSP)


#3

Parabéns pela conquista Fernanda ! Você fez quanto tempo de cursinho ?


#4

Eu fiz um ano de cursinho e nesse ano minha rotina de estudos era basicamente fazer exercícios. Ia pro cursinho de manhã e ficava até às 17h todos os dias, fazendo exercícios de primeira e segunda fase intercalados, mesmo durante as aulas, porque eu acreditava que não valia a pena se focar em uma fase ou outra já que no final as duas tem muita importância. Quanto à teoria, eu me baseava nas apostilas, lendo até mesmo a parte de exatas porque todo detalhe valia a pena. Como sempre tive muita dificuldade com redação, eu fazia 2 por semana e levava pro prof de redação corrigir e, esse foi um trabalho árduo (“de formiguinha”) que deu resultado. Mas mais importante que isso é a preocupação com a minha saúde mental, então eu arrumava tempo pra fazer 1h de exercícios físicos todos os dias depois do cursinho e 8h de sono bem dormidas, acredito que isso contribuiu demais para minha aprovação. Nos finais de semana eu fazia resumos e coisas mais lights como desenhos de mapas e tabelas, linha do tempo, etc. O tempo para as leituras obrigatórias eu deixei pra antes de dormir (pelo menos 1h de leitura, todo dia). Não resolvi nenhuma prova antiga, mas fiz mais de 40 simulados do cursinho, o que me fez achar desnecessário resolver mais provas.
Nunca pensei em desistir, porque nunca me vi fazendo outra coisa além de medicina, e também contém com apoio da família e do namorado, que sempre estavam lá nos momentos de angústia e pressao, quando a gente deixa de acreditar que vai passar no vestibular.
Além disso, se eu fosse dar uma dica seria: tenha um parceiro de estudos, que tenha o mesmo objetivo e força de vontade. Fiz uma das minhas melhores amigas assim, e foi maravilhoso, porque nós nos incentivavamos mutuamente. Como estávamos passando pela mesma situação, sabíamos quando dar uma pausa juntas, quando conversar seria melhor que estudar, quando devíamos focar mais e tirávamos dúvidas uma da outra.
Por fim, uma única coisa que eu fiz diferente das pessoas que eu conheci, mas que deu certo: em novembro eu parei de ir pro cursinho e me fiquei no descanso. Tinha que acreditar que todo meu esforço no ano tinha sido o suficiente, aí passei a dormir mais, comer bem, ver séries, brincar com o cachorro… Mas sempre olhando meus resumos (aqueles que tinha feito de fim de semana). Bom, é isso!! Fui aprovada em 3 faculdades: Unesp, famerp, e a tão sonhada USP-pinheiros!!! Então todo meu esforço valeu a pena e o de vocês tmb vai valer!!!


#5

Pessoal deixo o depoimento do aluno Gustavo Arrigoni Caetano aprovado na FMUSP:

Espero que esse texto ajude pelo menos um pouco como referência para aqueles que estão buscando a aprovação em medicina.

Minha rotina de estudos começava com as aulas no cursinho de manhã, até cerca das 16:00. Depois desse período, continuava no cursinho estudando até as 21:00. Eu organizava o tempo de estudo em um planejamento semanal, no qual cada matéria tinha seu horário.
Era uma rotina complicada, mas pensar em meu objetivo sempre me dava ânimo, além disso, eu sempre lia algum livro ou quadrinho antes de dormir para relaxar e ter um dia seguinte mais produtivo. Dormir no mínimo 8 horas por dia também foi importante.
Apesar de planejar essa rotina, nem sempre eu conseguia seguir tudo perfeitamente. Os imprevistos acontecem, por isso, saber lidar com eles positivamente, mas ainda encarando seus resultados de forma objetiva é importante.
Também errei bastante, algo que foi essencial, pois aprendi muito com minhas falhas tanto em relação a minha organização nas provas quanto a conteúdos das matérias.

Acima de tudo, eu tinha consciência de que fazia o que estava a meu alcance no momento, procurando sempre me manter tranquilo.


#6

O estudante da FMUSP Caio Furukawa nos mandou um áudio contando como foi a preparação para medicina na USP.
#spoiler: Ele tinha começado a cursar medicina na UEM, mas decidiu se desligar do curso para se preparar para a USP.
O Caio fala também sobre a importância de uma boa rotina de sono, e sobre manter uma boa saúde mental durante a preparação.