Desabafo sobre 2018


#1

Não é fácil para mim chegar aqui e falar isso, mas não sei mais em qual outro fórum, site ou comunidade ir para falar sobre isso.

Existem momentos em nossa vida que parece que estamos andando em câmera lenta, enquanto tudo e todos estão a 1000km/h. Eu passei por isso, e sinto que ainda esteja passando.

Não sei ao certo o que aconteceu, porém aos poucos fui perdendo interesse em tudo que gostava de fazer, fui desanimando, até que finalmente parei. Como se estivesse paralisado.

Ontem mesmo eu conversava com um amigo, e então percebi que o motivo de estar procrastinando desde o começo do ano é o medo de falhar, de não ser suficiente, de decepcionar, e acredito que isso engatilha a ansiedade. Basicamente, eu tinha um plano de começar a estudar para o vestibular esse ano, porque isso me deixaria a frente, facilitaria meu estudo, e faria com que eu tivesse mais tempo.

Eu comecei, estudei durante o período de aproximadamente um mês, e aí bateu o desânimo, desde então nunca mais estudei, e passei por uma fase em que fiquei bastante deprimido, uns 3 a 4 meses eu diria, em que não conseguia fazer nada. Resultado: fiz o Enem sem saber nada.

É complicado para mim, depois disso que passei, o desânimo não vai embora, procrastinar é a única coisa que faço, e lamento muito, por mim mesmo. É horrível me ver fracassar antes mesmo de tentar.

Eu diria que a parte mais difícil é saber que todos esperam muito de mim, que eu seja bem sucedido, porque dizem que eu tenho potencial, no entanto isso só faz aumentar meu medo de falhar.

Não sei ao certo porque quis falar isso agora, só que eu realmente precisava desabafar. Eu quero me dedicar, ter ânimo ao acordar e já saber o que vou fazer no dia, aprender uma coisa nova a cada dia, me sentir suficiente e não ter mais esse medo.

Obrigado se leram até aqui. Sinto-me envergonhado por ter de admitir tudo isso, mas eu sei que alguém pode entender e talvez até se identificar.


#2

Situação de fato horrível. Mas se aprendi algo esse ano foi: não espere a boa disposição pra estudar. Comece a estudar deprimido, triste, desmotivado, enfim de qualquer jeito! A gente só resolve as coisas começando…
Quanto às expectativas alheias o que posso te garantir é que ninguém vai poder viver nada por você e nem pra você. Então faça as suas coisas, confie em si e tente ignorar o que vc já sabe que te prejudica


#3

Isso é horrível mesmo, tenho um colega que está assim no primeiro ano pq está correndo risco de pegar dependência em uma matéria. Tento ajudar de todas as maneiras, mas se digo que acredito, ele me responde que eu não deveria, já que iria me decepcionar; se digo que não acredito, replica que nem eu acredito mais nele; e se digo que vou ficar feliz independente do resultado que tiver, me diz que estou sendo indiferente.
Isso acaba sendo bem difícil pra mim tbm, porque ele não sabe ainda o que quer e nem tem foco sobre isso, e ainda não acredita na capacidade que tem.
O que eu posso te dizer é que a mudança que você espera tem que partir de ti mesmo, acredito que há várias pessoas que estão to seu lado e que farão o possível para poder te ajudar, mas se você não querer, não pedir ajuda, não tomar essa iniciativa, torna-se muito difícil pra ti e para todos ao seu redor.
No entanto, se agora não for o momento, não force nada, tenta apenas curar essa tristeza, você nunca decepcionará quem realmente te ama e ainda, como foi dito no comentário anterior, realmente ninguém fará por você e nem viverá por você as pessoas podem te ajudar, mas é você quem constrói e determina o que quer.
Eu sinto muito por tudo, mas nunca é tarde para recomeçar e nada é impossível para que não possa alcançar, se precisar de ajuda, de uma conversa, de u desabafo, pode me mandar uma mensagem ou algo do tipo.
Por fim, te desejo melhoras e sucesso nessa sua caminhada, tenho certeza que com esforço tu vai muito longe :stuck_out_tongue_winking_eye: