Dicas para o cursinho (Help Susane!)

Susane, gostaria de saber, vale a pena seguir o cronograma do cursinho ou, mesmo fazendo cursinho, estudar começando pelos conteúdos que caem mais e terminando nos que caem menos. Estou com essa dúvida pois ano passado o cursinho deu matérias muito importantes perto da prova e foi muito ruim. Estou com essa dúvida pois meu amigo que presta medicina fez 76 na fuvest ano passado e me disse que o melhor é seguir o cursinho (nota-se que estamos fazendo em locais diferentes).

Depende de caso pra caso, eu não sigo cronograma de cursinho, sei oque tenho que estudar e estudo por vídeo aula e lista de exercícios ao invés de ter que ficar esperando até chegar no assunto.
Se você percebeu que matérias importantes caíram muito perto, estude-as por fora e quando chegar a aula só use-a como revisão.
Cada pessoa tem uma velocidade diferente e dificuldades diferentes que nem sempre o cursinho poderá suprir.

Oi! Também vou fazer cursinho esse ano.
Nesse caso, acho que depende um pouco do seu nível de estudo em relação à prova, tendo em vista os anos de cursinho realizados ou familiaridade com a prova.
Em exatas, vou tentar seguir mais o cronograma proposto pelo cursinho e, quem sabe, talvez eu comece a fazer provas antigas um pouco antes, já que estou indo para meu 2º ano. Nas outras matérias, as quais tenho mais facilidade, provavelmente darei mais constância à realização de provas anteriores e revisando a maior parte das matérias no começo do ano, não seguindo à risca esse cronograma.
Caso você esteja um pouco perdido no começo, seguir o cronograma do cursinho soa a opção mais viável. A organização feita por eles é coerente, então não haverá perigo de você não ver determinada matéria. Como você disse que houve um problema em relação às matérias importantes dadas nas vésperas da prova, pode ser interessante você tentar revisá-las no começo do ano, para ter uma ideia e, depois, retomá-las no final; é pouco provável que o cronograma do cursinho mude tanto. Lembre-se de dar atenção as matérias mais frequentes, dependendo do seu foco e da seu vestibular pretendido.